Custom Search

19.12.12

Luzes Ombre 2012


NOVIDADES DA BELEZA

3.12.12

2013 New Militar "Cortes da nova tendência masculina no mundo"

Nos anos 90 passar a máquina nos cabelos masculinos, era algo mais do que normal. Muito se popularizou os cortes curtíssimos, sempre inspirados no estilo militar, vanguarda e tradicional para aqueles que já serviram à pátria nos quartéis. Nos anos 2000 eles quase desapareceram, vieram às cabeças dos homens, muito mais cortes com textura bem desfiada, e desconectada, mas com comprimento para usar "bagunçado". E agora na mais moderna tendência "Retrô", está virando moda um estilo que está sendo chamado de New Military, uma mistura de militar moderno com o comprimento típico dos cortes retrôs. Na prática pouco tem a ver com os antigos cortes militares, pois ainda se abusa do desfiado e alongado na parte de cima, mas o que caracteriza chamar de militar é o comprimento curtíssimo da lateral com máquina.Certamente você verá muito esses estilos de cortes por aí, principalmente com o verão chegando. Se você quiser adotar o estilo, não esqueça de usar a parte de cima mais alongada, e bem desfiada, para que o retrô não pareça, antiquado!











NOVIDADES DA BELEZA

27.10.12

Óleo de Argan! O que é? Para o que serve? De onde vem?











Óleo de Argan!
O que é?
Para o que serve?
De onde vem?
   Hoje só se fala em Óleo de Argan, mas poucos sabem o que é bom vou esclarecer certas dúvidas já que é conhecido por deixar os cabelos mais bonitos e sedosos. Porém, o que muita gente não sabe é que ele também pode ser usado na pele para recuperar o brilho perdido durante o verão. Saiba mais sobre esse óleo poderoso, que combinado com outros produtos deixa a pele e os cabelos revitalizados:
    Impossível falar de hidratação sem menciono óleo de Argan. Ele se tornou indispensável para profissionais. Deixa o cabelo hidratado, macio e com um brilho inacreditável. Rico em ácidos graxos essenciais (como o linolênico) e em vitaminas A, D e E, tem ação reparadora e antioxidante e contra degeneração total dos cabelos.  
     Entre as vantagens de sua aplicação na estética, podemos citar o rejuvenescimento da pele do corpo e do rosto, o fortalecimento das unhas. Ele traz sedosidade, maciez, brilho e maleabilidade, formando uma película protetora sob o fio. Assim, o óleo de Argan garante uma hidratação total e um cabelo com aspecto extremamente saudável. O que minimiza o desgaste dos fios devido a estresse, poluição, sol, vento, secador, chapinha e química.


     Com tanto sucesso, outros óleos (como o de camélia, o de açafrão e o de pracaxi) ganham status e passam a ser combinados ao Argan ou associados a outros ativos hidratantes.

Melhor: bastam algumas gotinhas. Apesar de caros, os produtos duram bastante. O óleo de Argan pode ser substituído pelo óleo de coco ou pelo óleo de pracaxi. “O óleo de coco pode ser uma boa opção, por ser rico em vitamina E e ácidos graxos. Ele fortalece e hidrata profundamente os fios. Já o óleo de pracaxi tem alto poder cicatrizante e também auxilia na hidratação dos fios, pois condiciona e sela as cutículas, proporcionando brilho intenso”. Lembrando que os óleos podem ser usados em qualquer tipo de cabelo e pele.


Veja como usá-los:

    Ele pode ser utilizado na coloração. Algumas gotinhas na tintura antes de aplicá-la no cabelo diminuí, qualquer tipo de agressão da química.
    Realize a lavagem e condicionamento normal dos cabelos. Aplique nos cabelos úmidos e deixe secar naturalmente. Ele também pode ser adicionado à máscara de tratamento, pois potencializa a ação do produto e ainda age como um protetor térmico antes da escovação e da chapinha. Outra forma é usá-lo como finalizador para dar brilho e controlar o frizz. O Argan está disponível, além do próprio óleo, como xampus, condicionadores e máscaras. Portanto dê preferência em usar os produtos em conjunto para um resultado mais eficiente.

Quais tipos de cabelos podem usar o óleo de Argan?


    O óleo de Argan pode ser aplicado em todos os tipos de cabelos, já que ele é rico em ácidos graxos e vitamina E, proporcionando um alto poder hidratante aos fios.

    Para turbinar a máscara: coloque algumas gotas misturadas ao cosmético e aplique depois do xampu e antes do condicionador. Funciona como "transporte" para os nutrientes chegaram até o interior da fibra capilar, potencializando o efeito da máscara.


    Para proteger e hidratar como leave-in: algumas gotas (duas para cabelo curto e até cinco para o comprido) podem ser aplicadas nos fios antes de secarem completamente.

    Para controlar o frizz e dar brilho: usados no comprimento e nas pontas quando o cabelo estiver seco tiram o arrepiado e selam as pontas duplas.

    Para um tratamento de choque: aplique o óleo nos fios secos, massageando mecha por mecha, deixe agir por dez minutos e enxágüe. Depois, lave. Nunca com fonte de calor "Nenhum óleo deve ser aplicado antes de aparelhos térmicos, como secador e chapinha". O motivo? Frita o cabelo, literalmente.


 DE ONDE VEM?
    Extraído uma seiva de uma árvore típica do Marrocos um fruto que brota na árvore de mesmo nome (Argan Spinoza). A árvore só existe no deserto de Marrocos, podendo viver até 200 anos. Segundo pesquisas são necessários 100 kg de sementes para se obter apenas 1 litro do produto. Por isso o óleo de Argan tem um custo tão alto, já que ele é tido como o Ouro líquido da região.

ONDE ENCONTRAR?

Adicionar legenda
    

    Em qualquer farmácia, lojas de cabeleireiros especializados, internet e muito mais o preço varia de marca para tamanho.

NOVIDADES DA BELEZA

20.10.12

Pode-se cortar o cabelo logo após fazer escova permanente? E colorir?

Pode-se cortar o cabelo logo
após fazer escova permanente? E colorir?
 

    Não há problema em cortar o cabelo logo após fazer escova permanente. Já para colorir é preciso dar um tempo, que depende dos produtos envolvidos. X-Tenso, L’Oréal Professionnel, e Lício. Nos dois casos, deve-se aguardar 15 dias antes de aplicar o tonalizante, que é o produto mais recomendável. “Se a cliente tiver muitos fios brancos. é possível optar por coloração permanente, também após 15 dias, com oxidante de 20 volumes”.
NOVIDADES DA BELEZA

18.10.12

Qual o melhor tratamento, penteado e corte para cabelo liso e bem fino?


     Um corte despojado e desfiado para dar leveza a esse tipo de fio, o comprimento seja de curto a médio, no máximo até a altura do ombro, e que haja uma franja. Pode ser de qualquer tamanho, mas é importante que não fique pesada. “Para uma festa, o profissional pode enrolar o cabelo com bobes térmicos e deixar por, pelo menos. 20 minutos para dar volume ao penteado, seja ele preso ou solto. Para tratar esse tipo de cabelo, recomendado os produtos da linha Volumactive, Kérastase, que ajuda a encorpar o fio.
NOVIDADES DA BELEZA

16.10.12

Feitas três progressivas seguidas com intervalos de um mês entre elas, o cabelo da cliente começou a cair.

   Feitas três progressivas seguidas com intervalos de um mês entre elas, o cabelo da cliente começou a cair. Há uma maneira de neutralizar? Não é possível neutralizar a substância. Portanto, a quebra ou a queda dos fios só irá parar quando o uso do produto for suspenso. Em quantidade superior, enrijece a queratina e conseqüentemente endurece a fibra capilar.
NOVIDADES DA BELEZA

14.10.12

Depois de seis anos alisando com hidróxido de sódio, hoje ele não tem o mesmo efeito

 Depois de seis anos alisando
com hidróxido de sódio, hoje ele não
tem o mesmo efeito. É possível fazer escova
 progressiva sem riscos?
 
    Algo aconteceu de errado nesse processo, porque, em geral, quanto mais se usa o hidróxido, melhor o seu efeito. O problema pode ter ocorrido no tempo de pausa do produto: “Antes de aplicá-lo, o profissional deve fazer uma análise do fio e um teste para saber o tempo exato que o ativo leva para agir no cabelo”. De qualquer maneira, se a cliente não estiver satisfeita com o resultado, ela pode mudar para a progressiva sem formol, desde que seja compatível como hidróxido. Revolucione seu trabalho fazendo reflexo, balayage, diamante, flash, sun kiss e outros processos, com rapidez e limpeza. Plaquete reduz o seu tempo de trabalho, dispensa a prancha dura, elimina o papel laminado, economiza produto e protege as mãos. Plaquete permite que você acompanhe, visualizando, toda a reação química com o cabelo, tomando o seu trabalho mais eficiente. Prático, lavável e com durabilidade mínima de 2 anos (se usado corretamente).
NOVIDADES DA BELEZA

12.10.12

Existe algum problema em realizar escova progressiva em mulheres grávidas ou que estejam amamentando?




Existe algum problema em realizar
escova progressiva em mulheres
grávidas ou que estejam amamentando?
 
    Só se deve fazer se houver autorização do médico, pois durante a gravidez as mulheres desenvolvem diferentes graus de sensibilidade e somente o médico é quem vai saber se sua paciente está mais suscetível a ter alergia a esse ou àquele produto. 
“O profissional não deve sair aplicando progressiva sem saber a opinião do médico de sua cliente". Há mulheres que têm alergia só de sentir o cheiro do produto. 
   Mesmo quem não estiver grávida pode sofrer conseqüências alérgicas.
NOVIDADES DA BELEZA

9.10.12

Como resolver problema de descamação no couro cabeludo e de fios com excesso de elasticidade?

Como resolver problema de descamação no couro cabeludo e de fios com excesso de elasticidade, resultado de duas descolo- rações e de louro cinza claro e louro cinza ultra claro?

    Se a coloração for usada da forma indicada na bula explicativa, as chances de o cabelo ficar elástico e quebradiço são mínimas. O certo é o profissional passar a coloração na raiz crescida e deixar agir por 20 minutos. Só depois desse tempo, ele deve espalhar o restante do produto sobre a extensão colorida, deixando agir por mais 10 minutos. A descoloração é um processo químico mais agressivo que a tintura, pois os fios ficam expostos a um ativo que retira do seu interior todos os pigmentos existentes ou toda a melanina, caso se trate de cabelo virgem. Depois de passar por descolorações e coloração com uma nuance bionde, o cabelo precisa de cuidados especiais com cosméticos desenvolvidos para essa finalidade. “O bom profissional sabe analisar o problema e indicar o tratamento necessário para recuperar esses fios”. Essa descamação no couro cabeludo pode realmente ter sido conseqüência dos processos químicos da descoloração seguida de coloração, mas a técnica alerta que essa reação, quando acontece, deve ser temporária. “É o mesmo que acontece quando vamos à praia e ficamos expostos por tempo demais ao sol. Poucos dias depois, começamos a descascar. Caso a descamação persista por um tempo muito prolongado, o profissional deve aconselhar a cliente a ir a um dermatologista para ver o que realmente está causando o problema”.
NOVIDADES DA BELEZA

7.10.12

PELE SEM MANCHAS



PELE SEM
MANCHAS

 Sardas, pintas, manchas...
 Saiba come se formam e aprenda
que há como tratar, disfarçar
ou evitar que fiquem mais escuras.
   Poucas de nós têm o privilégio de ter uma pele uniforme, sem manchas ou marcas. Para a grande maioria, sardas e pintas são parte do dia-a-dia diante do espelho. Elas podem surgir no nascimento, infância ou até mesmo mais tarde quando são conseqüência da exposição ao sol durante anos seguidos. A maioria das marcas são inofensiva e podem ser disfarçadas ou minimizadas. Algumas, porém, precisam de tratamento especial. Mas, todas, sem exceção, precisam de proteção contra o sol. Por isso, um filtro solar deve estar sempre dentro de sua necessaire de mão.

 SARDAS

   Se formam quando a melanina - que é o pigmento que dá cor à pele reage ao sol. Loiras e ruivas são mais sujeitas ao seu aparecimento. Para clarear as sardas, hidrate a pele e aplique sumo de limão com algodão, em suaves palmadinhas. Espere 15 minutos e lave bem. Aplique hidratante novamente e filtro solar, pois o limão pode manchar a pele se você sair à luz do dia sem proteção. Sempre que for à praia ou à piscina, use um filtro alto ou bloqueador solar para evitar que escureçam.

 MANCHAS DE GRAVIDEZ 

   Aparecem durante a gravidez, em quem tem tendência ou se expõe ao sol sem proteção de um filtro solar. O melhor é evitá-las, pois são difíceis de sair. Mas há tratamentos que podem ser feitos pelo dermatologista, como o peeling químico, em consultório ou em casa, com uma solução manipulada em farmácias especiais, à base de hidroquinona, uma substância clareadora. Use filtro solar diariamente para não escurecê-las.

 PINTAS

    Assim como as sardas, as pintas são conseqüência do acúmulo de melanina. Surgem, na maioria das vezes, durante a juventude e são permanentes. Em alguns casos, podem ser removidas. Em outros, devem ser retiradas, pois podem dar origem a um tumor maligno. Por isso, se alguma pinta sangrar, aumentar de tamanho ou mudar de forma, consulte seu dermatologista. Algumas pintas têm pelos. Evite arrancar com pinça para não machucar e causar alterações como as citadas. O mais indicado é cortá-los.

 VITILIGO

    É uma doença que faz com que a pele vá perdendo pigmentação, deixando manchas mais brancas que o restante. A causa do vitiligo ainda é desconhecida, mas, dependendo do estágio, pode ser bastante inconveniente. Cremes corretivos especiais podem ajudar a esconder as manchas. É imprescindível usar diariamente protetor solar nas partes mais claras para proteger a pele de queimaduras.

 MARCAS DE NASCENÇA 

    Podem aparecer em qualquer lugar do corpo, mas costumam ser muito desconfortante quando no rosto. Podem ser marrom avermelhadas (ou cor-de-vinho) são resultado de uma concentração muito grande de veias próximas da superfície da pele. Em poucos casos, a terapia com laser consiste em amenizar o tom da mancha. Como esse tratamento ainda não é corriqueiro, somente um dermatologista pode determinar se, no caso, o resultado seria o mais satisfatório ou não.

 MAQUIAGEM CORRETIVOS 

    São encontrados em forma de bastão e, alguns poucos, líquidos. Função é cobrir pequenas marcas como sardas e manchas causadas por cicatrizes de espinhas. Deve ser sempre um tom mais claro que o da pele e que o da base. Passe bastão sobre a mancha ou aplique uma gota com pincel e espalhe com o dedo. Depois aplique.

BASE 

    Há vários tipos de base. Você pode escolher entre as cremosas comuns, o pancake, que é uma base compacta indicada para peles oleosas, ou ainda os hidratantes coloridos, que hidratam, ao mesmo tempo em que ajudam a uniformizar o tom da pele. Os hidratantes são mais indicados para esconder sardas ou pequenas marcas de espinha, pois são bem sutis. Antes de comprar a base, aplique do lado interno do pulso e espalhe. Se sumir, esse é o tom certo para você. Coloque pingos de base na teta, queixo, bochechas e nariz e espalhe com uma esponja úmida para que a cor fique uniforme.

CREMES PARA COBERTURA

    Marcas de nascença escuras as mais difíceis de esconder ideal é usar um creme especial mais denso que a maioria das bases. Dê preferência aos hipoalergênicos. Geralmente eles são de uso exclusivo para profissionais, por isso, você poderá ter dificuldade em encontrá-los em drogarias comuns.

NOVIDADES DA BELEZA

30.9.12

Escova de álcool você sabe o que é?

Escova de álcool 

   Após as diversas progressivas atualmente no mercado. Mais conhecida como "Escova de Álcool", tendo base de propilparabeno, derivado do álcool, essa nova química de alisamento livre de formol, trata os fios além de alisar. A nova escova tira o volume e o frizz do cabelo, deixando ele menos armado e em alguns casos totalmente liso. Para cabelos extremamente crespos, a química tira o volume, deixando um cabelo mais solto e disciplinado. Em casos de cabelos mais soltos, ou seja, mais ondulados com uma raiz mais lisa, o resultado é um cabelo totalmente liso. Além de deixar o cabelo mais solto, essa nova química vem para salvar os fios danificados pelas químicas e uso de prancha (chapinha). Além do cabelo mudar de estrutura, ou seja, do cacho para algo mais solto ou mesmo liso. Os fios ficam hidratados e são intensamente recuperados. Essas são algumas das vantagens, que nutre e alisa os fios. O principal motivo pelo qual a nova química está fazendo sucesso é o fato da total recuperação cabelo, algo que até agora nenhum outro produto tinha conseguido com tanta eficácia. O procedimento é simples e feito em algumas horas, podendo ser lavado após a aplicação. A durabilidade da escova é de 4 a 6 meses, com exceção do crescimento, podendo assim ser chamada de Semi-definitiva, compatível com qualquer química já existente ou feita após o tratamento como luzes mexas e coloração, entre outros, resultando em cabelos com efeito liso e tratado não necessitando a ativação com o calor do secador.
NOVIDADES DA BELEZA

29.9.12

   Veja a mudança das estações. Tudo muda na natureza, também você suas estações da vida. Abrace a mudança! Eis que Deus está na aridez, nos novos começos, na felicidade e nas cores inconstantes da vida.

NOVIDADES DA BELEZA

26.9.12

Há um tratamento ideal para recuperar a maciez após fazer escova progressiva?



      O recomendado é o Bio Photon, Tânagra. Segundo os cabeleireiros é possível obter, em apenas uma aplicação, um resultado similar ao de dois meses de hidratações comuns. “O processo substitui a reconstrução do fio, a hidratação, a cauterização e a reposição de queratina e de proteinas” .
NOVIDADES DA BELEZA
-->

25.9.12

Como funciona o relaxamento à base de hidróxido de sódio?

   Qual a diferença entre os tratamentos da Revlon e da Yellow? 

    O hidróxido de sódio é um alisante cáustico tradicional, ideal para alisar o cabelo virgem. Sua ação é rápida e intensa. Ele penetra imediatamente no fio e age de modo não muito controlável. E não leva um tempo para agir, portanto pode quebrar a fibra capilar. Além disso, gera incompatibilidades com outras químicas. Outro problema é que, devido à velocidade e à intensidade com que atua, pode causar irritação no couro cabeludo com muita freqüência, exigindo proteção redobrada. Quanto à diferença entre o tratamento da Revlon e o da Yellow. O primeiro é à base de hidróxido de sódio. A fórmula é suave devido a ativos que tratam o fio. Já o da Yellow tem por principio ativo a guanidina, que é ainda mais suave”. O preferido é hidróxido de cálcio que, ao penetrar no fio, tem um tempo limitado de ação e não provoca quebra.
NOVIDADES DA BELEZA

24.9.12

0 que fazer para tirar manchas causadas pela depilação com cera na axila?

     
As manchas nas axilas podem surgir por conta da tração da depilação por sequelas de inflamações ou de alergias, por efeito do suor e pelo uso de desodorantes com álcool ou
 perfume. Segundo os dermatologistas, o tratamento consiste no uso de ácido glicólico e máscaras clareadoras. Se necessário, pode-se fazer um peeling que provoque descamação leve. A indicação varia de acordo com a gravidade do problema e deve ser feita por um médico.
NOVIDADES DA BELEZA
-->

23.9.12

O teste de mecha é importante?

       

    O teste de mecha é importante no caso de cabelos que passaram por processos químicos como colorações, relaxamento e alisamento. Serve para descobrir a elasticidade do fio. Geralmente ocorrem manchas quando já havia coloração no cabelo. Nesse caso, a aplicação do descolorante deve ser feita de maneira diferente, iniciando-se pela raiz. Só depois é que se descobre o comprimento e as pontas, mais porosos por conta de tinturas anteriores. É importante acompanhar o processo para evitar que uma parte ganhe nuance diferente das outras. “Se o cabelo ficar manchado, a solução é aplicar um tonalizante com um tom próximo ao natural”.
NOVIDADES DA BELEZA

21.9.12

Como tirar o amarelado das pontas de um cabelo que passa constantemente pelo processo de luzes?




   Se as pontas ficam amareladas, pode- se aplicar um tonalizante louro-cinza claro para quebrar o tom. “Essa nuance matiza o amarelo, cria um bege ou palha e tira o aspecto de cor artificial”. O tonalizante deve ser aplicado uma vez por mês, em todo o cabelo. “É de extrema importância que o procedimento seja feito por um profissional, pois ele sabe o tempo de pausa, que varia de 5 a 15 minutos, dependendo do tipo de fio”.



NOVIDADES DA BELEZA
-->

20.9.12

30 DICAS DE TRATAMENTO PARA CACHEADOS, E ALGUNS TRUQUES.

Dicas


1 Os cortes graduados estão em alta para cacheados porque distribuem melhor o volume e o peso. Quando
se corta a seco, os fios embaraçam e o volume, diferente do que aconteceria no liso, dificulta perceber o ângulo e a direção da linha de corte.

 2 Diga não ao chanel clássico’ “A base reta acentua o volume. O ideal é cortar enviesado, com camadas suaves, o que permite entrelaçamento e movimento aos cachos .

3 Um pigmaleão revisitado é a sugestão do, para cachos ousados neste verão. “A base pode ser comprida e o cabelo todo desconectado. Já as pontas podem ser descoloridas com um produto como o Biondor, Wella. O resultado é excelente .

 4 Lidar com volume é sempre delicado. Quando a cliente pede franja, todo cuidado é pouco. O bom senso, franja falsa, cortada em camadas, e jamais ultrapassando a marca de um dedo de espessura. recomenda não reduzir o comprimento, pois franjas curtas estão em baixa.

 5 Qual o melhor instrumento para cortar fios anelados? É a tesoura, que permite desfiar o cabelo na vertical. “A navalha só entra em cena ao se desbastar os fios levemente. Se forem muito desbastados, perdem peso e enrolam demais. Cuidado com navalha velha porque não corta e, sim, rasga o cabelo. Reforçando ainda que somente os fios da parte de baixo devem ser desfiados e não os da parte de cima, para que não fiquem esvoaçantes.

 6 A coloração deve ser feita com cuidado, pois os fios costumam ser mais ressecados nas pontas. Tinturas com ativos hidratantes, como protema da seda, cuja característica é absorver a umidade de sua volta e transferir para o cabelo.

 7 Todo mundo sabe: ao secar, fios encaracolados encolhem. A informação faz toda a diferença ao cortar. “Sempre corto mais comprido do que a cliente pede. Depois, seco com difusor para não tirar os cachos do lugar e confiro o resultado. Se ficar muito longo ou volumoso nas laterais, corto mais um pouco .

 8 Fios afro são mais receptíveis à absorção de pigmentos. Em outras palavras, a cor pega super bem. Em contrapartida, por serem mais sensíveis, podem sofrer demasiada agressão. A saida é dar preferência a colorações enriquecidas com vitaminas, proteínas, silicones e queratina.

 9 O principio básico da coloração, ‘tinta não clareia tinta’, vale também para relaxados. Para clarear fios naturais até dois tons, a opção é coloração com oxidante de 20 volumes. Clareamento mais intenso pode partir fios submetidos à química.

10 Cabelo que já passou por relaxamento ou outro tipo de química para ondulação recebe sinal amarelo para coloração. O oxidante nunca deve ter mais de 20 volumes para evitar ressecamento, pontas duplas, alta porosidade, desbotamento e, principalmente, quebra dos fios. Além disso, tinturas em pó, com alto teor de amõnia, ou metálicas não são recomendadas.

 11 Finalizadores que controlam o volume e dão forma aos cachos deixam nas cutículas resíduos que não saem nas lavagens com xampus comuns — e impedem a penetração de ativos de tratamentos. Resultado: fios pesados e sem brilho. “Dai a importância de se usar no salão e de convencer a cliente a usar em casa um xampu anti-resíduos de boa qualidade.

 12 A importância do anti-resíduo. Mas orienta a aplicar no máximo uma vez por semana, e sempre na primeira demão, isto é, antes do xampu convencional.

 13 Lavar ondulados com água quente pode se converter em um desastre. O calor estimula a autodefesa do couro cabe-ludo, que produz mais oleosidade. Como a forma do fio não permite a distribuição desse sebo uniforme- mente, sobra opacidade, escamas abertas e pontas duplas. “Para piorar a situação, o couro cabeludo pode descarnar.

 14 O condicionador com enxágüe deve ficar no fio apenas o tempo indicado no rótulo e deve ser completamente enxaguado. “Alguns profissionais acreditam que é bom deixar um restinho na hora do enxágüe, o que é um equívoco. A ponta fica muito porosa e pode acontecer oxidação sob o sol, causando ressecarnento.”

 15 O melhor antídoto para o excesso de volume é investir em tratamentos hidratantes em casa e reconstrutores no salão. “Quanto mais seco, mais leve o cabelo fica, o que dá sensação de volume ainda maior”.

 16 Todo cacheado pede creme de pentear, também chamado de leave-in, indispensável para desembaraçar sem tracionar. É formulado com agentes hidratantes que, ao contrário dos incluídos nos condicionadores com enxágüe, continuam agindo no fio. Há no mercado opção com silicone e agentes para tratar pontas duplas, como pantenol e extrato de mel. O leave-in deve ser aplicado no cabelo umedecido. 

17 A quantidade suficiente de leave-in para ondulados na altura dos ombros é o tamanho de uma moeda de dez centavos. “Mais que isso e o cabelo adquire um aspecto de emplastado.

 18 Passar o creme de pentear nos fios bem molhados e depois retirar a umidade com a toalha. “Então, desembaraça-se com pente de dentes largos, amassa-se com as mãos em forma de concha e deixa-se secar naturalmente.”

19 Nem só a pele necessita de cuidados com os raios ultravioletas. Nos cacheados, naturalmente mais secos, o sol é um agressor fortíssimo que causa ainda mais ressecamerito. “Os raios UV desestruturam a cadeia de proteína do fio”. Está aí a importância de escolher leave-in e finalizadores que contenham proteção solar na formulação.

 20 Quando o cabelo pede algo mais no acabamento há uma gama de finaliza- dores, como ativadores de cacho, musses, gloss e ceras líquidas. Antes de todos vale passar leave-in.

21 ativador dá forma aos cachos e deixa o look úmi do. Tem leve poder de fixa ção menor que o da musse. Deve-se aplicar o equivalente ao tamanho de uma moeda de dez centavos.

 22 Quem gosta de um visual levemente úmido pode apostar na cera em espray. “Uma das vantagens para o prof issional é que esse tipo de aplicador permite dosar mais falcilmente a quantidade adequada e ir modelando com as mãos até atingir o acabamento perfeitos. O produto deve ser aplicado de uma distáncia de 20 a 30 cm, apenas no comprimento e nas pontas.

 23 Se a ocasião pedir cachos secos e definidos, a solução é a musse aplicando nos fios úmidos uma bola do tamanho de um limão, quantidade suficiente para cabelos na altura dos ombros. “Agite bem a embalagem e vire-a de ponta-cabeça, o que evita que o gás saia e o produto sobre no fundo.”

 24A musse também pode ser usada para acordar arrumadíssima “Deve-se umedecer o cabelo com a musse antes de dormir e enrolar, fazendo trouxinhas com papel higiênico ou lenço de papel. Depois, é só acondicionar os rolos numa touca de rede, mais confortável para quem vai dormir do que os grampos”. Na manhã seguinte, nem é preciso umedecer os fios, basta passar os dedo por entre eles. “O efeito dura de três a quatro dias.”

 25 O gloss é outro finalizador que colabora com a beleza dos cacheados. À base de silicone, dá brilho, controla o arrepiado e disfarça o aspecto de pontas duplas. O ideal é aplicar três ou quatro gotas (para um cabelo médio), espalhar por entre os dedos e só então passar nas madeixas, sem atingir o couro cabeludo.

26 Para quem vai dançar a noite toda na balada ou numa festa a céu aberto em estação chuvosa, que tal um finalizador para lá de duradouro? Dissolva uma gelatina incolor com água morna, esperar esfriar e passar nas mechas úmidas. Em seguida, fazer papelotes com papel alumínio e passar a prancha sobre eles. Quando seco, é só soltar os anéis com os dedos. “Fica lindo e o cacheado só desmancha embaixo do chuveiro.

 27 Excelente recurso para desembaraçar cacheados no salão são as escovas modelo plataforma — aquelas em que as cercias se afundam numa almofada emborrachada. Esse tipo de utensílio, dá agilidade ao profissional, proporciona menos desconforto à cliente e menor ruptura dos fios. Já para desembaraçar caracóis em casa a orientação é usar pentes de madeira.ante estáticos ou pentes de plástico com dentes largos durante o banho.

 28 Para melhorar o brilho e a maleabilidade dos cacheados, não dá para abrir mão da hidratação. Felizmente, tanto para usar em casa quanto no salão, há máscaras de hidratação rápida, que fecham a cutícula e deixam as madeixas mais disciplinadas e com brilho. Ativos como aloe vera e pantenol são excelentes na função. Já o pH das máscaras tem de ser baixo, como 4, para promover o fechamento da escama e manter o ativo dentro da fibra.

 29 Cacheados e excessivamente volumosos podem passar por um processo de relaxamento que agregue à transformação química princípios de tratamento com ativos como, por exemplo, proteínas da seda e pantenol. “Uma boa linha com essa finalidade vai abrir mais o cacho e, ao mesmo tempo, melhorar a umidade, controlando o volume.

 30 Outra dica para domar o volume é investir em tratamentos fitoterápicos. Não mudam a estrutura do fio, mas têm o beneficio de levar ao interior da fibra agentes, que se transformam em água, dando peso ao fio e, portanto, controlando o volume. Outra vantagem é deixar os cachos sedosos. Entre as marcas que trabalham com tratamentos do género, Phyto, M. Karrera e Amazon Care.

NOVIDADES DA BELEZA