Custom Search

21.9.12

Como tirar o amarelado das pontas de um cabelo que passa constantemente pelo processo de luzes?




   Se as pontas ficam amareladas, pode- se aplicar um tonalizante louro-cinza claro para quebrar o tom. “Essa nuance matiza o amarelo, cria um bege ou palha e tira o aspecto de cor artificial”. O tonalizante deve ser aplicado uma vez por mês, em todo o cabelo. “É de extrema importância que o procedimento seja feito por um profissional, pois ele sabe o tempo de pausa, que varia de 5 a 15 minutos, dependendo do tipo de fio”.



NOVIDADES DA BELEZA
-->

20.9.12

30 DICAS DE TRATAMENTO PARA CACHEADOS, E ALGUNS TRUQUES.

Dicas


1 Os cortes graduados estão em alta para cacheados porque distribuem melhor o volume e o peso. Quando
se corta a seco, os fios embaraçam e o volume, diferente do que aconteceria no liso, dificulta perceber o ângulo e a direção da linha de corte.

 2 Diga não ao chanel clássico’ “A base reta acentua o volume. O ideal é cortar enviesado, com camadas suaves, o que permite entrelaçamento e movimento aos cachos .

3 Um pigmaleão revisitado é a sugestão do, para cachos ousados neste verão. “A base pode ser comprida e o cabelo todo desconectado. Já as pontas podem ser descoloridas com um produto como o Biondor, Wella. O resultado é excelente .

 4 Lidar com volume é sempre delicado. Quando a cliente pede franja, todo cuidado é pouco. O bom senso, franja falsa, cortada em camadas, e jamais ultrapassando a marca de um dedo de espessura. recomenda não reduzir o comprimento, pois franjas curtas estão em baixa.

 5 Qual o melhor instrumento para cortar fios anelados? É a tesoura, que permite desfiar o cabelo na vertical. “A navalha só entra em cena ao se desbastar os fios levemente. Se forem muito desbastados, perdem peso e enrolam demais. Cuidado com navalha velha porque não corta e, sim, rasga o cabelo. Reforçando ainda que somente os fios da parte de baixo devem ser desfiados e não os da parte de cima, para que não fiquem esvoaçantes.

 6 A coloração deve ser feita com cuidado, pois os fios costumam ser mais ressecados nas pontas. Tinturas com ativos hidratantes, como protema da seda, cuja característica é absorver a umidade de sua volta e transferir para o cabelo.

 7 Todo mundo sabe: ao secar, fios encaracolados encolhem. A informação faz toda a diferença ao cortar. “Sempre corto mais comprido do que a cliente pede. Depois, seco com difusor para não tirar os cachos do lugar e confiro o resultado. Se ficar muito longo ou volumoso nas laterais, corto mais um pouco .

 8 Fios afro são mais receptíveis à absorção de pigmentos. Em outras palavras, a cor pega super bem. Em contrapartida, por serem mais sensíveis, podem sofrer demasiada agressão. A saida é dar preferência a colorações enriquecidas com vitaminas, proteínas, silicones e queratina.

 9 O principio básico da coloração, ‘tinta não clareia tinta’, vale também para relaxados. Para clarear fios naturais até dois tons, a opção é coloração com oxidante de 20 volumes. Clareamento mais intenso pode partir fios submetidos à química.

10 Cabelo que já passou por relaxamento ou outro tipo de química para ondulação recebe sinal amarelo para coloração. O oxidante nunca deve ter mais de 20 volumes para evitar ressecamento, pontas duplas, alta porosidade, desbotamento e, principalmente, quebra dos fios. Além disso, tinturas em pó, com alto teor de amõnia, ou metálicas não são recomendadas.

 11 Finalizadores que controlam o volume e dão forma aos cachos deixam nas cutículas resíduos que não saem nas lavagens com xampus comuns — e impedem a penetração de ativos de tratamentos. Resultado: fios pesados e sem brilho. “Dai a importância de se usar no salão e de convencer a cliente a usar em casa um xampu anti-resíduos de boa qualidade.

 12 A importância do anti-resíduo. Mas orienta a aplicar no máximo uma vez por semana, e sempre na primeira demão, isto é, antes do xampu convencional.

 13 Lavar ondulados com água quente pode se converter em um desastre. O calor estimula a autodefesa do couro cabe-ludo, que produz mais oleosidade. Como a forma do fio não permite a distribuição desse sebo uniforme- mente, sobra opacidade, escamas abertas e pontas duplas. “Para piorar a situação, o couro cabeludo pode descarnar.

 14 O condicionador com enxágüe deve ficar no fio apenas o tempo indicado no rótulo e deve ser completamente enxaguado. “Alguns profissionais acreditam que é bom deixar um restinho na hora do enxágüe, o que é um equívoco. A ponta fica muito porosa e pode acontecer oxidação sob o sol, causando ressecarnento.”

 15 O melhor antídoto para o excesso de volume é investir em tratamentos hidratantes em casa e reconstrutores no salão. “Quanto mais seco, mais leve o cabelo fica, o que dá sensação de volume ainda maior”.

 16 Todo cacheado pede creme de pentear, também chamado de leave-in, indispensável para desembaraçar sem tracionar. É formulado com agentes hidratantes que, ao contrário dos incluídos nos condicionadores com enxágüe, continuam agindo no fio. Há no mercado opção com silicone e agentes para tratar pontas duplas, como pantenol e extrato de mel. O leave-in deve ser aplicado no cabelo umedecido. 

17 A quantidade suficiente de leave-in para ondulados na altura dos ombros é o tamanho de uma moeda de dez centavos. “Mais que isso e o cabelo adquire um aspecto de emplastado.

 18 Passar o creme de pentear nos fios bem molhados e depois retirar a umidade com a toalha. “Então, desembaraça-se com pente de dentes largos, amassa-se com as mãos em forma de concha e deixa-se secar naturalmente.”

19 Nem só a pele necessita de cuidados com os raios ultravioletas. Nos cacheados, naturalmente mais secos, o sol é um agressor fortíssimo que causa ainda mais ressecamerito. “Os raios UV desestruturam a cadeia de proteína do fio”. Está aí a importância de escolher leave-in e finalizadores que contenham proteção solar na formulação.

 20 Quando o cabelo pede algo mais no acabamento há uma gama de finaliza- dores, como ativadores de cacho, musses, gloss e ceras líquidas. Antes de todos vale passar leave-in.

21 ativador dá forma aos cachos e deixa o look úmi do. Tem leve poder de fixa ção menor que o da musse. Deve-se aplicar o equivalente ao tamanho de uma moeda de dez centavos.

 22 Quem gosta de um visual levemente úmido pode apostar na cera em espray. “Uma das vantagens para o prof issional é que esse tipo de aplicador permite dosar mais falcilmente a quantidade adequada e ir modelando com as mãos até atingir o acabamento perfeitos. O produto deve ser aplicado de uma distáncia de 20 a 30 cm, apenas no comprimento e nas pontas.

 23 Se a ocasião pedir cachos secos e definidos, a solução é a musse aplicando nos fios úmidos uma bola do tamanho de um limão, quantidade suficiente para cabelos na altura dos ombros. “Agite bem a embalagem e vire-a de ponta-cabeça, o que evita que o gás saia e o produto sobre no fundo.”

 24A musse também pode ser usada para acordar arrumadíssima “Deve-se umedecer o cabelo com a musse antes de dormir e enrolar, fazendo trouxinhas com papel higiênico ou lenço de papel. Depois, é só acondicionar os rolos numa touca de rede, mais confortável para quem vai dormir do que os grampos”. Na manhã seguinte, nem é preciso umedecer os fios, basta passar os dedo por entre eles. “O efeito dura de três a quatro dias.”

 25 O gloss é outro finalizador que colabora com a beleza dos cacheados. À base de silicone, dá brilho, controla o arrepiado e disfarça o aspecto de pontas duplas. O ideal é aplicar três ou quatro gotas (para um cabelo médio), espalhar por entre os dedos e só então passar nas madeixas, sem atingir o couro cabeludo.

26 Para quem vai dançar a noite toda na balada ou numa festa a céu aberto em estação chuvosa, que tal um finalizador para lá de duradouro? Dissolva uma gelatina incolor com água morna, esperar esfriar e passar nas mechas úmidas. Em seguida, fazer papelotes com papel alumínio e passar a prancha sobre eles. Quando seco, é só soltar os anéis com os dedos. “Fica lindo e o cacheado só desmancha embaixo do chuveiro.

 27 Excelente recurso para desembaraçar cacheados no salão são as escovas modelo plataforma — aquelas em que as cercias se afundam numa almofada emborrachada. Esse tipo de utensílio, dá agilidade ao profissional, proporciona menos desconforto à cliente e menor ruptura dos fios. Já para desembaraçar caracóis em casa a orientação é usar pentes de madeira.ante estáticos ou pentes de plástico com dentes largos durante o banho.

 28 Para melhorar o brilho e a maleabilidade dos cacheados, não dá para abrir mão da hidratação. Felizmente, tanto para usar em casa quanto no salão, há máscaras de hidratação rápida, que fecham a cutícula e deixam as madeixas mais disciplinadas e com brilho. Ativos como aloe vera e pantenol são excelentes na função. Já o pH das máscaras tem de ser baixo, como 4, para promover o fechamento da escama e manter o ativo dentro da fibra.

 29 Cacheados e excessivamente volumosos podem passar por um processo de relaxamento que agregue à transformação química princípios de tratamento com ativos como, por exemplo, proteínas da seda e pantenol. “Uma boa linha com essa finalidade vai abrir mais o cacho e, ao mesmo tempo, melhorar a umidade, controlando o volume.

 30 Outra dica para domar o volume é investir em tratamentos fitoterápicos. Não mudam a estrutura do fio, mas têm o beneficio de levar ao interior da fibra agentes, que se transformam em água, dando peso ao fio e, portanto, controlando o volume. Outra vantagem é deixar os cachos sedosos. Entre as marcas que trabalham com tratamentos do género, Phyto, M. Karrera e Amazon Care.

NOVIDADES DA BELEZA

18.9.12

"S,U,V" A-B-C DOS COSMÉTICOS

NOVIDADES DA BELEZA

Silicone - substância que forma uma película impermeável sobre a pele ou cabelo, protegendo de
agentes externos, como água, detergente, cloro, poluição. O óxido de zinco age de forma similar.

U
UV - essa é a abreviatura de ultravioleta. Os filtros solares contêm filtros UV, que protegem a pele contra os efeitos dos raios do sol, que podem ser UVA, UVB ou UVC. Cada um deles tem um tipo de efeito na pele, sendo que o mais grave é o UVB, que pode provocar câncer de pele. Mas tudo em exagero causa danos, por isso, quanto mais o produto proteger contra todos os tipos de raios UV, melhor.
v
Vitaminas - são substâncias muito ativas, que melhoram o funcionamento do corpo como um todo e também tratam muito bem da pele e do cabelo. Por isso são bastante usadas em cosméticos. Conheça o efeito das principais:

•Vitamina A - melhora a reprodução das células da pele, das mucosas e dos cabelos. Por isso, combate unhas quebradiças, cabelos ralos e ressecamento de pele. Também permite que o bronzeado se fixe por mais tempo e de forma mais bonita.

•Vitamina c
- as mais recentes descobertas conseguiram melhorar o efeito dessa vitamina em cosméticos, pois até então ela não se mantinha ativa por muito tempo. Na forma tópica, ajuda a combater os radicais livres de maneira mais eficiente do que quando ingerida e melhora a sintetização do colágeno, dando mais elasticidade à pele, eliminando linhas de expressão e dando claridade e luminosidade à pele.

•Vltamina E - trata-se de um potente anti- radical livre, ou seja, combate o envelhecimento das células, principalmente aquelas produtoras de colágeno e elastina, que dão sustentação à pele. 




17.9.12

"N,O,P" A-B-C DOS COSMÉTICOS

NOVIDADES DA BELEZA

Nutritivos - cremes nutritivos são mais indicados para ser usados durante a noite, pois são mais gordurosos e com concentrações altas de princípios ativos. Fazem um tratamento mais intenso que os hidratantes comuns, indicados para o dia.
Não-comedogênico - não fecha ou entope os poros e por isso é menos provável que cause o aparecimento de cravos, principalmente em peles com tendência.
o
óleo - esse ingrediente é essencial na formulação de diversos produtos, principalmente os indicados para peles muito ressecadas. Já os produtos sem óleo, ou oil-free, em inglês, são indicados para peles oleosas, pois limpam, hidratam ou tonificam sem deixar a pele ainda mais engordurada.
P
PH Equilibrado - a escala do pH mede a acidez ou alcalinidade 1 é acido e 14 é alcalino. O fator neutro é 7. O pH natural da pele fica em torno de 6 e o do cabelo, 4,5. Os produtos que possuem pH equilibrado são elaborados especialmente para combinar com o pH da pele e do cabelo, ou pelo menos não prejudicá-los demais. Portanto, usar um produto muito alcalino ou muito ácido pode causar danos.
Peróxido de Benzoíla-substância muito comum em sabonetes indicados para cravos e espinhas.
Provoca uma descamação leve da pele e combate as bactérias causadoras de inflamações. 


-->

16.9.12

"J,L,M" A-B-C DOS COSMÉTICOS

-->

Joloba - óleo retirado de uma planta do deserto. Muito usado como base para os cremes de beleza, além de xampus e condicionadores. Bom para peles sensíveis e até inflamadas, por ter qualidades protetoras e amaciantes. Controla a oleosidade, dá brilho e ajuda no crescimento do cabelo.

L
Lama - a de boa procedência é curativa. Uma das melhores do mundo é a do Mar Morto, que contém sal. As máscaras de lama limpam e amaciam sua pele.
Lanolina - óleo obtido da lã do carneiro, amplamente usado nos produtos de maquiagem, cremes e hidratantes. Pode causar reação alérgica em algumas pessoas.

M
Mousse - espuma em forma de emulsão, muito fácil de ser aplicada no cabelo para dar forma. Já está sendo usada em hidratantes, bronzeadores e emulsões de limpeza.

NOVIDADES DA BELEZA