Custom Search

1.2.16

Como identificar chakras bloqueados ou hiperativos.



Como identificar chakras bloqueados ou hiperativos.

Introdução
Não há juízo de valor no texto a seguir e não há qualquer intenção em ferir suscetibilidades, entretanto o reconhecimento de si mesmo é essencial no processo de expansão da consciência e do autoconhecimento.
Não é necessário que o leitor se identifique com todos os sintomas apresentados em cada tópico e é importante considerar que qualquer desarmonia não é absoluta, mas está sujeita a gradações.
Sintomas de bloqueio do chakra raiz
a) Diarreia;
b) problemas relacionados com as partes duras do corpo (ossos, dentes, coluna vertebral);
c) desequilíbrios relacionados com os intestinos, com a próstata, com o sangue, com o ânus e com o reto.
d) Pouca resistência física e psíquica;
e) Preocupação excessiva;
f) Insegurança;
g) Dificuldade para lidar com as exigências da vida;
h) Anseio constante por uma vida mais agradável e menos exigente.
i) Utilização constante de mecanismos de defesa (negação, minimização, racionalização etc)
Com o desenvolvimento unilateral dos chakras superiores, pode ocorrer uma sensação de não pertencer a esse mundo. Se o chakra umbilical também estiver bloqueado, pode desencadear uma tendência a fugir dos problemas e não enfrenta-los.
Sintomas de hiperfuncionamento do chacra raiz
a) Irritabilidade e agressividade;
b) Pensamentos centrados em bens materiais, segurança, prazeres dos sentidos;
c) Inconsequência;
d) Isolamento;
e) Apego excessivo;
f) Prisão de ventre;
g) Obesidade;
h) Ambição desmedida;
i) Acessos de fúria;
j) Imposição de ideias e desejos.
k) Utilização constante de mecanismos de defesa (negação, minimização, racionalização etc)
Sintomas de bloqueio do chakra genésico
a) Bloqueio de sentimentos em situações de grande tensão;
b) Bloqueio da energia sexual (criativa);
c) Autodesvalorização;
d) Problemas físicos na área dos quadris, nos órgãos sexuais, rins, bexiga
e) Problemas relacionados com urina, sangue, linfa, sucos digestivos e esperma.
Sintomas de hiperfuncionamento do chakra genésico
a) Uso da sexualidade como uma droga que vicia (compulsão sexual);
b) Desvio (desperdício) da energia criativa;
c) Incertezas e tensões em relação ao sexo oposto (ciúmes);
d) Sensualidade grosseira.
e) Emoções descontroladas, reações exageradas;
f) Problemas físicos na área dos quadris, nos órgãos sexuais, rins, bexiga
g) Problemas relacionados com urina, sangue, linfa, sucos digestivos e esperma.
Sintomas de bloqueio do chacra umbilical
a) Falta de energia, nervosismo;
b) Problemas físicos relacionados com a parte inferior das costas, com a cavidade abdominal, pâncreas, sistema digestivo, estômago, fígado, baço, vesícula biliar e sistema nervoso vegetativo;
c) Abatimento, desânimo;
d) Vê obstáculos em tudo;
e) Paranoia;
f) Descontrole;
g) Distração;
h) Tendência à fuga de novos desafios.
Sintomas de hiperfuncionamento do chakra umbilical
a) Problemas físicos relacionados com a parte inferior das costas, com a cavidade abdominal, pâncreas, sistema digestivo, estômago, fígado, baço, vesícula biliar e sistema nervoso vegetativo;
b) Tentativa de controle de pessoas e situações;
c) Insatisfação, vazio;
d) Ausência de serenidade interior;
e) Irritabilidade.
Sintomas de bloqueio do chakra cardíaco
a) Problemas relacionados com o coração, com a parte superior das costas, com o peito e a cavidade torácica, pulmões, pele, sangue e circulação sanguínea;
b) Vulnerabilidade e dependência emocional;
c) Hipersensibilidade;
d) Dificuldade para lidar com frustrações;
e) Dificuldade excessiva de lidar com rejeições;
f) Comportamento agradador;
g) Dificuldade de estabelecer intimidade;
h) Frieza, indiferença;
i) Brutalidade;
j) Depressão.
Sintomas de hiperfuncionamento do chakra cardíaco
a) Dedicação com expectativa de ganho (geralmente psicológico);
b) Desilusão constante (em decorrência do sintoma descrito em “b”);
c) Tentativa de passar a imagem de alguém forte e que não precisa de amor e cuidados para ocultar a própria fraqueza e o medo de ser rejeitado;
d) Problemas relacionados com o coração, com a parte superior das costas, com o peito e a cavidade torácica, pulmões, pele, sangue e circulação sanguínea;
Sintomas de bloqueio do chakra laríngeo
a) “garganta apertada”, “nó na garganta”, gagueira;
b) Problemas físicos relacionados à garganta, nuca, queixo, ouvidos;
c) Problemas físicos relacionados à voz, traqueia, região pulmonar, esôfago e braços.
d) Linguajar chulo;
e) Excesso de racionalismo e objetividade (frieza ao falar);
f) Tendência a falar alto;
g) Utilização da linguagem para controlar as pessoas;
h) Dificuldade de se mostrar;
i) Timidez, superficialidade;
j) Medo da opinião alheia;
k) Rigidez;
l) Dificuldade para saber o que quer;
Sintomas de hiperfuncionamento do chakra laríngeo
a) Tentativa de controle através da palavra e da argumentação;
b) Linguajar chulo;
c) Excesso de racionalismo e objetividade (frieza ao falar);
d) Tendência a falar alto;
e) Utilização da linguagem para controlar as pessoas;
f) Culpa e medo;
g) Utilização da intelectualização como mecanismo de defesa;
h) Ações imponderadas.
Sintomas de bloqueio do chakra frontal
a) Dificuldade de raciocínio, dificuldade para pensar com clareza
b) Problemas físicos relacionados com o rosto, olhos, ouvidos, nariz e cavidades adjacentes;
c) Problemas físicos relacionados ao cerebelo e ao sistema nervoso central;
d) Rigidez mental;
e) Vida limitada a desejos materiais e necessidades físicas;
f) Aversão à espiritualidade;
g) Falha de memória;
h) Confusão mental.
Sintomas de hiperfuncionamento do chakra frontal
a) Dores de cabeça;
b) Vive em função do intelecto (geralmente muito desenvolvido) e da razão;
c) Arrogância intelectual;
d) Entende a espiritualidade como contrária à ciência;
e) Tentativa de controle das pessoas pelo poder mental;
f) Problemas físicos relacionados com o rosto, olhos, ouvidos, nariz e cavidades adjacentes;
g) Problemas físicos relacionados ao cerebelo e ao sistema nervoso central;
Sintomas de bloqueio do chakra coronário
a) Medo da morte e tentativa de provar que é insubstituível;
b) Fuga através de hiperatividade;
c) Geralmente atrai doenças para frear a hiperatividade a fim de poder olhar para si mesmo do ponto de vista espiritual.
No próximo artigo veremos como podemos remover os bloqueios de cada chakra. Leia mais em Meditação.

Meditação e Chakras: removendo
bloqueios

Removendo bloqueios


A fim de remover bloqueios dos chakras, devemos harmonizá-los com vibrações em frequências próximas às suas próprias. Isso pode ser atingido através da cromoterapia, da aromoterapia ou os expondo a elementos encontrados na própria natureza, mas aprenderemos essas terapias mais adiante em nosso estudo.
Assim que as vibrações que causam os bloqueios são liberadas, seu conteúdo passa para nossa consciência.
Dessa forma, esse não é um processo indolor, visto que entraremos em contato com conteúdos reprimidos pela consciência. Isso poderá nos deixar irascíveis, inquietos e cansados. Além disso, para uma completa limpeza, muitas vezes é necessário que passemos uma última vez por alguma doença física.
Então, em seguida, devemos lidar com esses aspectos reprimidos de nós mesmos. A postura adequada nessa fase é o relaxamento de todas as tensões, que é uma postura de autoaceitação. Uma técnica muito eficiente para treinar a mente a aceitar esses conteúdos reprimidos e vivenciá-los integralmente é a meditação, especialmente a meditação transcendental (ou MT). A MT é tão eficiente que contribui efetivamente com o próprio desbloqueio dos chakras afetados.
Como se proteger de forças psíquicas negativas
Quando nos amamos e nos aceitamos inteiramente, irradiamos vibrações congêneres através de nossa aura. Dessa forma, atraímos experiências, pessoas e situações correspondentes também. Entretanto, durante o processo de limpeza dos chakras não é isso o que acontece. Ainda estaremos sensíveis a energias negativas, sem que tenhamos qualquer defesa natural contra elas. Isso se dá porque ainda estaremos atraindo vibrações e situações correspondentes à nossa própria irradiação de energia, que não está purificada.
Quando o campo energético de duas pessoas se tocam, há uma mútua assimilação de energias. Assim, a aura da outra pessoa interfere em nossas emoções e sentimentos e vice-versa (aprenda também o que são formas pensamento e egrégoras em Teosofia).
Por outro lado, podemos aproveitar esse intercâmbio natural de energias em nosso próprio benefício:
1) Organizar reuniões de estudo espiritualista (a interação com a aura coletiva que se forma exerce poderosa influência em cada participante);
2) Organizar um grupo de meditação (o nível de consciência atingido quando se medita em grupo é potencializado);
3) Frequentar lugares com irradiação própria e benéfica (a matéria armazena vibrações);
4) Cultivar bons hábitos mentais como o de ser grato (desenvolver um hábito diário de agradecer);
5) Cuidar do ambiente doméstico tornando-o agradável (cores, flores, música relaxante, selecionar programas de TV com temas que promovam elevação moral etc);
6) Procurar conscientemente aspectos positivos nas pessoas que nos rodeiam;
7) Mentalize uma luz branca entrando pelo seu chakra coronário e em seguida deixe-a sair (através da imaginação) pelo chakra umbilical, envolvendo todo o seu corpo num manto de luz;
8) Mentalize uma vigorosa irradiação de luz branca do plexo solar. Essa é uma proteção muito eficiente;
9) Aplique óleos aromáticos diretamente sobre os chakras a fim de completar a irradiação ainda deficiente dos chakras e de filtrar influências negativas que penetram em sua aura;
10) Carregue junto ao seu corpo um cristal de rocha.
Quando o processo de limpeza dos chacras estiver suficientemente adiantado, as energias negativas do ambiente e das pessoas não poderão penetrar na coroa de raios que se forma à nossa volta. Mesmo sem a inteção de nos proteger, as vibrações negativas do meio não encontrarão ressonância em nós e não serão capazes de produzir qualquer influência negativa.

Chakra base


EQUILIBRAR O CHACRA RAIZ

Felizmente, há uma série de maneiras que você pode ajudar a criar um equilíbrio neste campo de energia. As cores do chacra raiz são preto, vermelho, marrom e cinza. Como tal, você vai notar que muitas das dicas a seguir irão incentivá-lo a usar os itens que tenham essas cores.

1) Ligação Com A Terra

A Terra é o elemento mais associado com o chacra raiz. Portanto, a fim de equilibrar este chacra, você pode andar com os pés descalços no chão de casa, ou simplesmente sair e passar algum tempo caminhando na natureza. Apesar que sair de casa, muitas vezes não é algo que uma pessoa com um chacra raiz bloqueado vai querer fazer, é uma das grandes chaves para curar e equilibrá-lo. Se o chacra não tivesse bloqueado, você não sentiria nenhuma resistência em ir para a natureza.

Sentir uma conexão literal com a Mãe Terra, é importante para o nosso senso de segurança e enraizamento. Só é preciso gastar 15 minutos ou mais por dia na natureza, e você vai notar um enorme impacto sobre as emoções e estados psicológicos associados com o chacra raiz.

2) O Exercício Físico





O chacra raiz está fortemente relacionado com nosso físico, e, consequentemente, o exercício físico é uma ótima maneira de equilibrar e curá-lo. Dança, exercícios de bioenergética, Yoga, caminhadas e Tai Chi são exemplos maravilhosos de atividades físicas que irão dar-lhe uma sensação de enraizamento ou aterramento.

3) Coma Lotes De Alimentos Vermelhos

Por quê consumir frutas vermelhas?  As frutas vermelhas são as pequenas notáveis da natureza: cuidam dos cabelos, emagrecem, rejuvenescem, previnem doenças e ainda por cima são deliciosas! São excelentes antioxidantes (previnem o envelhecimento precoce), e são ricas em vitamina B, que ajuda no funcionamento das células.  Elas proporcionam energia, brilho aos cabelos, renovam a pele e fortalecem as unhas. Também são ricas em ferro, fósforo, cálcio, outros minerais e nutrientes que juntos combatem a anemia, doenças do coração, reduzem o açúcar no sangue, o colesterol ruim, auxiliam no processo de cicatrização e melhoram o trânsito intestinal. Além disso, ainda estão sendo estudadas no combate ao câncer de próstata.  Estas frutas também se caracterizam pela baixa quantidade de calorias, elevado teor de água e bom teor de fibras. Dentre as fibras presentes nas frutas vermelhas podemos destacar as pectinas. Essa substância tem o poder de regular o peristaltismo intestinal, auxiliando os músculos digestivos a trabalharem melhor e maximizando a absorção de vitaminas hidrossolúveis pelo nosso organismo. Entre essas vitaminas estão as C, B1, B2, B6 e B12.  Como se não bastassem todos os benefícios que essas frutas trazem para a nossa saúde, também existem os benefícios estéticos. Além de serem ricas em vitaminas, as frutas vermelhas nos proporcionam energia, brilho e maciez aos nossos cabelos, contribuem no rejuvenescimento da pele e também no fortalecimento das unhas. 

Por quê consumir frutas vermelhas?

As frutas vermelhas são as pequenas notáveis da natureza: cuidam dos cabelos, emagrecem, rejuvenescem, previnem doenças e ainda por cima são deliciosas! São excelentes antioxidantes (previnem o envelhecimento precoce), e são ricas emvitamina B, que ajuda no funcionamento das células.
Elas proporcionam energia, brilho aos cabelos, renovam a pele e fortalecem as unhas. Também são ricas em ferro, fósforo,cálcio, outros minerais e nutrientes que juntos combatem a anemia, doenças do coração, reduzem o açúcar no sangue, o colesterol ruim, auxiliam no processo de cicatrização e melhoram o trânsito intestinal. Além disso, ainda estão sendo estudadas no combate ao câncer de próstata.
Estas frutas também se caracterizam pela baixa quantidade de calorias, elevado teor de água e bom teor de fibras. Dentre as fibras presentes nas frutas vermelhas podemos destacar as pectinas. Essa substância tem o poder de regular o peristaltismo intestinal, auxiliando os músculos digestivos a trabalharem melhor e maximizando a absorção de vitaminas hidrossolúveis pelo nosso organismo. Entre essas vitaminas estão as C, B1, B2, B6 e B12.
Como se não bastassem todos os benefícios que essas frutas trazem para a nossa saúde, também existem os benefícios estéticos. Além de serem ricas em vitaminas, as frutas vermelhas nos proporcionam energia, brilho e maciez aos nossos cabelos, contribuem no rejuvenescimento da pele e também no fortalecimento das unhas.

Para os que procuram trazer equilíbrio ao seu chacra raiz, comer alimentos que são da cor vermelha, podem ajudar a trazer vibração e estabilidade a este centro de energia. As cores são conhecidas por ter um efeito psicológico sobre a mente humana, e elas podem, em grande parte impactar nossos pensamentos e emoções. Comer alimentos como tomates, beterrabas, cerejas, romãs, morangos e maçãs vão ajudar a equilibrar este chacra.

4) Coma Raízes

As raízes das plantas também são fantásticas para trazer equilíbrio para o chacra raiz. Tente comer mais rabanetes, cenouras, nabos, alho e cebola quando você sentir os sintomas de baixa ou hiper atividade neste chacra básico.

5) O Trabalho Com Pedras E Cristais

Geralmente, as pedras de cor preta, marrom, cinza ou vermelha são pedras maravilhosas para se estar em contato para todos aqueles que estão à procura de reforçar seu chacra raiz. Turmalina preta ou quartzo fumê são pedras interessantes para trabalhar quando se está procurando balancear o chacra raiz. Use estas pedras quando meditar, dormir com elas à noite, usá-las como jóias ou simplesmente levá-las com você.

A chave principal para a conclusão de tudo isto, é que a saúde emocional, espiritual e psicológico são abrigadas por 7 principais campos de energia no corpo, com o chacra raiz sendo aquele associado a conexão, segurança e enraizamento. Ao combinar o trabalho de autoconhecimento e espiritualidade com as técnicas de equilíbrio dos chacras, você estará trilhando bem seu caminho para a cura da mente, do corpo e da alma.




1º - Básico, Raiz ou Kundalíneo

  • Vermelho (como fogo líquido em movimento)
  • Localizado na base da espinha, rege o movimento das pernas, órgãos sexuais masculinos e parte externa dos femininos, ânus, próstata, ciática.
  • Segundo os hindus é o centro etérico responsável pelo fluxo das energias poderosas que emanam do Sol e da intimidade da Terra, a energia "mãe do mundo", pois ela é realmente o principal fundamento da vida na matéria.
  • É relacionada aos instintos, impulsividade, sexo, vitalidade e sentimentos grosseiros (raiva, ódio). Pode levar o homem despreparado à loucura, já que sua ação é muito forte quando se trata do desejo sexual.
  • As doenças ligadas à este chakra estão relacionadas ao mau uso da sexualidade, dos instintos, do caminhar da pessoa sobre a terra, à quantidade de energia física e com a vontade de viver na realidade física.
  • Quando funciona plenamente, a pessoa tem muita vontade de viver na realidade.
  • Obstruído, a vitalidade física é bloqueada.
O chakra Raiz fica no término da espinha, que irradia luz branca quando vista do nível espiritual mais elevado. Este chakra é o centro da vida material, fortalecendo nela a consciência divina sutil. Por conseguinte é a base para a existência humana neste mundo físico, e se está bloqueado, você se sente sem raízes no sentido espiritual e na existência física. Todo ser humano tem uma existência física e espiritual. O desenvolvimento cármico causa uma oscilação entre o espiritual e as dimensões físicas, e quando este processo segue positivamente você se sente confortável em ambos os mundos, sentindo que pode fazer tudo em ambos os lugares. Este chakra o faz capaz de manifestar sua existência onde quer que você esteja, e sua luz branca delicada emite vibrações que têm relação com o amor materno; nele, o físico e a existência espiritual estão unidos de maneira sublime. Nesta forma de amor você pode, por exemplo, imaginar que uma mulher que alimenta seu bebê, as demandas do mundo físico estão unidas com a forma mais alta de amor espiritual. Isso acontece porque este fato é muito importante para os seres humanos, e tão importante que se o período de amamentação for prolongado, a mãe e a criança terão estimulado, desenvolvido e limpado o chakra básico de ambos, dando à criança recém-nascida a possibilidade de um desenvolvimento básico que está além de qualquer outro meio educacional. Quando a mãe alimenta seu bebê, as luzes dos chakras básicos de ambos estão unidas, e as energias deles estão misturadas; assim, o laço que a criança precisa ter para se firmar na Terra, para a vida material, é fortalecido e faz a separação dos reinos espirituais dos quais partiu recentemente mais facilmente. Se o período de amamentação é encurtado desnecessariamente ou se é completamente omitido, pode acontecer que a criança não pode aceitar que teve que se separar dos reinos espirituais, ficando inquieta. Muitas crianças hoje sofrem do que é chamado hiperatividade, e isto ocorre devido a uma inquietude que se origina disto. Quando as energias ou vibrações do chakras de duas pessoas estão misturadas, o que se vê do plano espiritual é o seguinte: as luzes de um chakra afetam as luzes do outro chakra, e dependendo da pureza do chakras, estas ondas luminosas estão de certo modo misturadas, criando figuras diferentes. Se você enxerga em duas pessoas, como no exemplo uma mãe e uma criança que têm as luzes do chakras básicos misturadas, você pode ver figuras delicadas que parecem flores brancas ou cristais brancos. Se o contato é positivo - se por exemplo a mãe está alimentando o bebê com carinho, ou pelo menos com uma vontade positiva de alimentar a criança - então bonitas figuras podem aparecer, e as figuras criadas pelas luzes dos chakras ficam mais bonitas, e quanto mais se amam mais as luzes se parecem com festas luminosas.
Texto canalizado por Birgit Klein (o texto foi traduzido livremente do original em inglês de http://www.spiritweb.org)


Mantra: LAM
Localização:
Na região compreendida entre o ânus e órgãos genitais
Faixa de Ação:
Do joelho até os ovários
Função:
Reger nossa capacidade de entrar na vida, escolhendo o que queremos e o que não queremos para nós. Ir à luta.
 
Palavra Chave: Ativação
Cor: Vermelho
Vermelho-fogo, Marrom, o vermelho da energia e da atividade mais interna do núcleo do nosso planeta.
Planeta Elemento:
Saturno; Terra.
Símbolo:
Lótus de 4 pétalas
Principio básico:
Vontade física para ser, consciência física, energia vital, vontade de viver e confiança, relação com a terra e o mundo material, estabilidade, perseverança e segurança, sentido de responsabilidade face a si mesmo.
Função dos sentidos:
Olfato
 
Glândula correspondente:
Supra-renais
Hormônios correspondentes:
Adrenalina e Noradrenalina que adaptam o sistema circulatório as necessidades de cada momento, atuam no equilíbrio da temperatura do corpo e do batimento cardíaco.
 
Do ponto de vista anatômico:
Esta relacionado com tudo o que è sólido, como a coluna vertebral, os ossos os dentes e as unhas, ambas as pernas, e o ânus o reto, o intestino grosso, o intestino delgado, a próstata, a vagina e o útero, o sangue, a constituição celular, parte inferior das costas.
Tratamento:
Musculatura das coxas, problemas sexuais e genitais, útero, trompas, ânus, hemorróidas, infertilidade, distúrbios hormonais, falta de coragem e problemas sanguíneos
Aspecto:
Etéreo inferior, plano físico, instinto de sobrevivência, senso de identidade. Liga-nos com o mundo físico, contato com o espírito da Mãe-Terra, necessidades básicas individuais, bem como as globais, da vida e da sobrevivência nesse planeta. Constitui a fonte de força vital para os chakras mais elevados, é a sede do inconsciente coletivo cujo conhecimento acumulado se torna aqui acessível, alem disso o primeiro Chackra proporciona-nos força de vontade e estabilidade.
Vogal:
Corresponde à vogal u, o som u estimula um movimento dirigido para baixo, na direção das raízes, leva as profundezas do subconsciente, e desperta as forças primitivas, terrenas do primeiro Chackra.
Cromoterapia:
Vermelho claro e brilhante, aquece, anima tráz vitalidade e coragem. 
Use roupas vermelhas ou mentalize a cor na região da base da espinha. Coma alimentos ricos em proteínas. Use perfume ou óleo essencial de cedro. Ande descalço e aprecie a aurora ou o crepúsculo. Sons da natureza também ajudam a ativá-lo.
PedrasGranada, Rubi, coral, jaspe sanguineo, Hematita, Quartzo Fumê, Onix, Turmalina preta
Aromaterapia: Patchouli, Vetiver, Cedro, Mirra.
Contato com a natureza:
Aurora, Pôr do Sol, Terra fresca 
Força positiva:
Estabilizador, fixando a Terra
Frequência:

8 Hz e 194.18Hz – Terra